conteúdo da página

7 de fev de 2014

Uma vida diferente!

Oii gentee!! Hoje é um dia muito especial, hoje a Jú está de aniversárioooo!!

Parabééééns sis! Toda felicidade do mundo pra você...
Você enche meu saco a 23 anos, mais saiba que vou sempre te amar!

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥



Hoje o post é sobre a minha vida de casada!!
Aproveitando que comemoramos 4 meses de casados essa semana, eu vou contar pra vocês um pouquinho da minha experiencia em ser esposa! Acho que já comentei alguma coisa aqui no blog, mas nunca falei abertamente para vocês...

Eu sei que causa um certo desespero antes do casamento, quando paramos e pensamos - Nossa, como vai ser depois, uma vida nova.
Principalmente quem morava com a família e tem que sair da casa dos pais. E esse era o meu caso.

Eu sempre tive o sonho de me casar, e desde de pequena tinha vontade de ser uma esposa, uma mãe, que tivesse um marido bonzinho, que fizesse o papel de marido e eu de esposa.. Sempre gostei de coisas de casa, de cozinhar, arrumar... E não via a hora que eu pudesse ter a minha casa, o meu cantinho. A casa dos meus pais era minha, eu sabia disso, mas não era só minha!

Por mais segura que eu estava da decisão que eu tomei, eu tinha um certo medinho por trás.
Olha, muita gente, mas muita gente mesmo vai falar pra vocês que casamento não é bom, que casamento é complicado, perguntar pq estão casando se a vida que vocês tem já é tão boa. 
NÃO ACREDITEM!! 
Casamento é maravilhoso quando você ama a outra pessoa. 
Tem momentos ruins? Claro que tem, que relacionamento não tem? Mas tudo se resolve no diálogo, e anotem uma coisa - Aprendam a ceder e deixem o orgulho de lado.
Por mais que estejam certas e eles errados, de vez em quando tem que ceder. 

Duas coisas aprendi: Não tome decisões na hora da briga, na hora que está nervosa. 
E outra: quando está nervosa quanto menos falar, melhor. 
Ah! E tem outro conselho que escutei muuuuuuuuito e é muito importante: nunca durmam separados ou de cara virada um com o outro, se não deu pra resolver, pelo menos deixe o orgulho de lado e de um beijinho de boa noite, no outro dia vocês resolvem.

Isso é fato! Brigas vão acontecer, mas cabe a vocês saberem resolver.

Bom! O primeiro mês eu acho o mais difícil, pq é a fase de adaptação. O Gabriel sentia muita falta da casa dele e eu da minha, pq agente via nossos pais todos os dias, mas fomos lidando com isso muito bem! Eu saio do serviço 1 hora mais cedo do que ele, então eu aproveito para dar um pulinho na minha mãe e tomar um café da tarde com ela. E ele tmb, sempre que possível passa na mãe dele para dar um beijo e voltava pra casa com bolo, chocolate, cheio de coisas gostasas rsrs...

Fora a questão dos pais, a rotina aqui mudou totalmente. Eu gosto de cozinhar, e cuidar da casa, mas eu tmb tenho meu trabalho. 
Então tive que dividir meu tempo, de manhã eu fico em casa e a tarde eu vou para o trabalho. Uma grande sorte que eu posso fazer meu horário e deu tudo certo, mas até me adaptar a não ir trabalhar de manhã, tmb demorou.

Eu estou achando maravilhoso o casamento, e trabalhamos muito juntos para que tudo de certo!

Não fiquem preocupadas, é muito bom casar! Eu super recomendo, rsrs!

E se sentirem ainda muito inseguras, procurem livros sobre casamento, ajuda muito. Um que li e recomendo é: ''O que não me contaram sobre casamento que você precisa saber! - Gary Chapman''
Outro muito bom: ''Casamento Blindado'' Li e recomendo tmb..


2 comentários:

  1. amei as dicas, principalmente as de livros. há tempos procurava livros sobre casamento.

    ResponderExcluir
  2. Oi eu sou a mãe da Josy e da Jú e gostei muito desse texto que a Josy fez falando sobre o casamento. Este ano comemoro 25 anos de casada, bodas de prata, estou muito feliz porque continuo amando intensamente meu marido, o homem que escolhi para viver para sempre e ser pai de meus filhos. Assim como a Josy, sempre sonhei em me casar, ter filhos, cuidar da minha casa e do meu marido, sou realizada e muito feliz. um beijo.

    ResponderExcluir