conteúdo da página

27 de mai de 2016

Falando sobre parto



Ter bebê no Brasil ou na Europa? 
Parto Normal ou Cesariana??
Trocar de médico ou não??

Essas perguntas atordoaram minha cabeça no começo da gestação. E foram escolhas que levaram tempo até decidir. Fui e voltei na decisão, coloquei tudo no papel e hoje eu estou confiante e feliz com as minhas escolhas.

Europeus registrados tem plano de saúde que cobre todas as despesas do pré natal e do parto, ou seja, ter o bebê na Europa não gastaríamos 1 centavo.
Na Alemanha (onde somos registrados) o governo paga as famílias uma determinada quantia por mês, por filho, para incentivar a natalidade no país, ou seja, ganharíamos dinheiro para ter a Bia lá.
Os hospitais tem equipamentos de ultima geração, afinal, primeiro mundo.
Os profissionais são altamente treinados e especializados no parto normal, que é a melhor opção de parto para o bebê e a única opção que a mãe tem lá. Cesariana só em casos de emergência e não de escolha, por isso se tivéssemos o bebê lá me sentiria segura com qualquer profissional, pois parto normal é o que fazem o tempo todo e não cesariana como no Brasil.

Diante a tantas vantagens porque escolhi ter a Bia aqui no Brasil??
Em primeiro lugar a lingua do país, pois como somos registrados na Alemanha todo o acompanhamento médico deveria ser feito lá e não sabemos falar alemão ainda. 
O medo falou mais alto. 
Medo de pegar um médico que não fale inglês. Lá não podemos escolher o médico. É o que estiver de plantão o dia que marcarmos o retorno.
Vocês devem pensar: difícil um médico não falar inglês, ainda mais na Europa que até o tiozinho do cachorro quente fala inglês, mas e se por ignorância ele se negar a falar, como ocorreu várias vezes enquanto estavamos lá, pois eles são ignorantes a esse ponto. 
Medo de não entender algo e fazer besteira. Tomar um remédio de forma errada, por exemplo. Aconteceu com uma brasileira que fez o pré-natal lá e não entendeu a explicação do médico e tomou o remédio ao invés de aplicar. Graças a Deus o bebê está bem, mas se isso acontecesse comigo e algo acontece com meu bebê nunca me perdoaria. 
Medo da minha mãe não poder estar no dia que a Bia resolvesse nascer e não ter ninguém para me ajudar quando eu mais precisasse.
Medo de me sentir completamente triste de estar longe de quem eu amo e passar a maior parte do tempo chorando, pois a gravidez vem cheia de emoções e mesmo não estando gravida é difícil ficar longe de quem amamos.
Medo porque é minha primeira gravidez e eu não sabia o que viria pela frente.
Medo de tudo porque gravidez é cheia de medos.

Por isso resolvi não pensar muito e ter a Bia aqui no Brasil mesmo. Perto da nossa família, dos nossos pais, pois qualquer coisa é só dar um grito e eles estão prontos para ajudar. Aqui me sinto segura, tranquila e muito amada. Acredito que isso influencia muito em uma gestação saudável.

E qual foi a minha escolha de parto?

Falar de parto é um assunto muito polemico, não é?? Hoje em dia tem uma grande briga na mídia de mães que lutam pelo parto normal e eu acho isso muito bom, pois tem muita gente que acha que a cesariana é a melhor opção.
Eu sei que não é, e que ela deve ser feita em casos de emergência, mas mesmo assim optei por ela porque não queria ter um parto normal aqui no Brasil.
Um país onde os médicos passam o pré natal inteiro falando que vão fazer seu parto normal, você cria toda a expectativa e de ultima hora usam qualquer desculpa para fazer uma cesária.
Para ter um PN aqui eu teria que confiar muito no médico.

Outro motivo foi meu psicológico.
Eu criei na minha cabeça a imagem de que eu teria meu filho por cesariana.
Apesar da minha mãe ter tido parto normal nas duas primeiras gestações e falar muito bem deles, eu ainda assim criei essa imagem na minha cabeça.

Quando engravidei eu escolhi fazer parto normal. Teria todo amor e suporte da minha cunhada que é doula e teve meu afilhado a 9 meses atrás de parto normal humanizado e amou.
Ela não mediu esforços para me informar tudo sobre o assunto e deu o maior apoio.
Comecei a ler, a ver filmes mas ao invés de eu me sentir segura com essa escolha eu me senti mais assustada ainda.
Eu chorei muito no começo porque sabia que o parto normal era a melhor opção, mas não conseguia me imaginar passando por tudo aquilo.

Conversei com o Dr. Augusto e logo de inicio ele disse que não fazia parto normal.
Mais um empecilho. O médico que confio de olhos fechados não faria meu parto?

Ele me explicou o porque de não fazer parto normal e me indicou vários profissionais na área que faziam, mas eu não queria outro médico, queria ele, pois me sinto segura e sei que com ele estou em boas mãos. Afinal, são mais de 15 anos que ele cuida das mulheres da minha família.

Pensei, pensei, pensei.. Cheguei a chorar de tantas dúvidas. 
E uma hora cansei e falei - Chega! Vou fazer o que me deixa segura e parar de pensar nisso de uma vez por todas.

Continuei com as consultas no Dr. Augusto e estou feliz e sem medo algum, pois sei que estou em boas mãos.
Vamos deixar no tempo da Bia, se ela resolver nascer antes e não der tempo de fazer uma cesária vou ficar feliz porque é ele que vai fazer meu parto, mesmo sendo normal, mas estou segura com a cesária também.
Confesso que tenho medo do normal, mas da cesária não tenho medo nenhum. Acho que é porque já passei por uma cirurgia antes e foi tão tranquila por isso fazer a cesária não me assusta em nada

Bom, ainda acredito que o parto normal é o melhor para mãe e para o bebê, mas enquanto a mãe não se sente segura com a escolha e nem com o médico, a ponto de ficar atordoada e chorar de medo não se torna tão saudável.
Admiro todas as mães que optam pelo normal e espero que o Brasil se profissionalize ainda mais no parto normal para deixar as mães cada vez mais seguras.


E vocês mamães, me contem sobre o parto de vocês.
Beijooos

17 comentários:

  1. Oi Josy, admiro você por abordar esse assunto aqui no blog, falar sobre parto é algo delicado e muito particular de certa forma né. Há muito julgamento em torno das escolhas que fazemos. Sou a favor e apoio o ativismo em prol do parto normal, mas o que mais apoio é um parto escolhido pela gestante, que ela esteja ciente e bem informada sobre o tipo de parto que escolher, pois vai ser o melhor pra ela e seu bebê! Quanto a mim, escolhi ter o meu Nicolas através de parto normal e venho me preparando para que assim seja, estou muito feliz e segura com a médica que escolhi e com a equipe que terei ao meu lado. Que tenhamos uma boa hora!!!

    BjuU

    Thaisa Dutra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal Thaisa, penso como vc, a mãe deve se sentir bem e segura independente da escolha...Te acompanho no face e vc é uma gravida linda!! Que seu parto seja inesquecível e abençoado.. Um beijo grande pra vc e pro Nicolas ♥

      Excluir
  2. Josy, me identifiquei muito lendo esse relato, tbm penso exatamente igual a vc! fico aguniada de me imaginar passando dor a toa, sabendo que a cesarea está ai pra simplificar tudo!
    que bom saber que tem mulheres que pensam igual a mim, pois parecemos uns monstros quando dizemos que não preferimos o normnal.


    Bjs

    Jé marques

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Jé, a mãe deve escolher como se sente mais segura e PONTO! Eu conversei muito com meu médico sobre isso, porque estava me sentindo culpada de escolher a cesária sendo que minha gestação foi tão tranquila e me acalmou, me disse que hoje o Brasil é um dos países que tem maior índice de cesárias e por isso os médicos daqui são altamente especializados nisso, fazer uma cesária aqui é tão tranquilo do que um parto normal, não prejudica nada a mãe e o bebê porque os médicos estudaram muito mais sobre esse assunto do que os médicos de outros países onde o foco é o normal. Por isso confio mais em ter cesária aqui! Se um dia eu resolver ter um bebê em outro país eu vou ter que fazer normal, mas não me importo porque vou estar em boas mãos.. E quanto a dor eu acho que deve ser muito forte mesmo, mas é uma dor suportável, porque você vai sentir ela por um bem, e não por um mal... vai sentir ela para ter seu filho em seus braços, por isso aguentamos qualquer coisa!! Beijooss

      Excluir
  3. josy, obrigada por relatar seus medos sobre o parto! Sou mamãe de primeira viagem, estou grávida de apenas 7 semanas, mas já estou ansiosa pra ver meu bebê em meus braços!
    Ontem li uma história horrível de um parto normal mal feito pelo SUS aqui do SP, e entrei em pânico!
    Costumo ser durona, rs, mas só de ler aquela história terrível comecei a chorar e soluçar sem parar.
    Meu marido tentou me acalmar e até orou comigo, mas fiquei com a maldita história na cabeça. Hoje estava decidida de encontrar boas histórias de parto e adorei a sua!
    Estou, pela primeira vez na vida, considerando ter uma cesárea.

    beijos

    júlia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Júlia, não quero influenciar na sua decisão de jeito nenhum!! Eu ainda acho que o normal é a melhor opção. Não mude de ideia não. Procure um profissional qualificado, veja indicações dele. Conheço mães que tiveram parto pelo SUS e foi um sonho realizado, não deixe que esse médico desqualificado te amedronte. Apenas esteja em boas mãos e se sinta segura! Não desista do seu sonho! Beijoos

      Excluir
  4. Bom doa Josy e Bia!!!!!! Moro em Ribeirão Preto, sou sua fã! Amei esse post sobre parto! Estou gravida de 28 semanas e cada dia se aproxima mais do tão esperado nascimento! Sempre quis fazer parto normal, mas tenho muito medo Tb, pois foi muito difícil de engravidar (foram 5 tentativas de fertilização in. Vitro), cheguei a pensar que não realizaria meu sonho de ser mãe, tive numa das tentativas gravidez ectopica, tendo que tirar meu filho(a) com 9 semanas de gestação, uma experiência muito dolorosa, mas enfim, Deus me mandou um presente que é meu filho José Emmanuel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii!! Deus sabe tudo e hoje te presenteou com seu principe José Emmanuel.. Não desista do seu sonho, faça o parto que sempre quis, coloca nas mãos de Deus e tudo dará certo!! Boa sorte pra vc e um beijo enorme!

      Excluir
  5. oi Josy eu nunca tive filho mas quando eu tiver vou fazer cesariana pois tenho muito medo da dor kkk confesso eu fico pensando como que eu iria conseguir, por parto normal.Minha mãe me disse que dói bastante mas passa rápido mas mesmo assim ainda tenho medo da dor!!kkk
    Muito lindo o seu momento e obrigada pela seu relato ajuda muito,seu blog é maravilhoso.
    bjs

    Leticia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Le, não pense assim.. Doer realmente doi, mas é uma dor suportável sabe porque? Porque é uma dor que tem um propósito feliz, ter seu filho em seus braços. Você vai passar por tudo isso por ele e isso te torna mais forte do que vc possa imaginar!! Não desista por isso não... Um beijo!

      Excluir
  6. Parabéns pela Bia!

    Fiquei emocionada ao ler seu depoimento, eu também estou passando por esta fase - medo do parto - no inicio queria parto normal, queria conseguir parir a minha filha. Chegou na 28 semana e eu comecei a pensar melhor sobre o parto, se aguentaria a dor... Conversei com a minha terapeuta e meu ginecologista, e eles disseram que cada mulher pode escolher a melhor forma de parir seu filho, mas que no final tudo pode mudar, que eu poderia escolher normal e no final poderia ser feita cesárea.
    Foi então que decidi a ter a minha filha parto cesárea.
    Será melhor para nos duas, e não é porque não vou parir de modo natural que sou menos mae que alguém que teve normal, acho que isso é o que acontece muitas vezes.

    Estou de 33 semanas, ansiosa para marcar a data do meu anjinho nascer.

    Continue com esse seu jeitinho, todo especial. Adoro seu blog.

    Beijão pras 2

    Renata Dias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Renata, realmente é verdade! Cada uma tem direito de escolher, mas só Deus sabe como realmente será!! Na hora que marcar seu parto vem aqui me contar o dia.. Que Deus nos dê uma boa hora! Um beijogrande pra vcs duas!!

      Excluir
  7. Olha, eu acho que essa história de parto isso , parto aquilo é muito pessoal mesmo. Eu acho lindo o parto normal, vejo vídeos incríveis, mas não teria a coragem de faze-lo. Optei pela cesária pelo "conforto". A emoção de ter um filho não vai mudar por ser esse ou aquele parto.
    Cada um deve escolher aquilo que for melhor, que se sentir bem.

    Ana Clara Dias mamãe do Davi Lucca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Ana.. Cada mulher tem o direito de escolha e isso não interfere em nada como somos mães, acho que pensar assim é bobagem. Somos mães incríveis independente do parto escolhido. Beijooss

      Excluir
  8. Que poste lindo... Eu não estou gravida, e por enquanto tbm não pretendo ficar... e uma plano para o futuro... depois de noivar e casar!!! mais acho muito interessante todos esses post sobre gravidez, filhos... tudo em relação a isso!

    Parabéns pela família que estais construindo, e pela escolha de tudo com tanto amor e carinho, não deve ser sido facil, pq tbm morro de medo de dores, agulhas e anestesia quando chegar meu dia de ter um filho, vou ficar mega ansiosaa...

    Beijos e tudo de bom

    Franciele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Fran, Obrigada pelo carinho.. Volte sempre aqui ta.. Um beijo ♥

      Excluir
    2. A gente pode até tentar escolher, mas a decisão é dos nosso babys rsrs

      Excluir